site logo
 

PUBLICIDADE

img

Entrevista: Filipe Bragança0 comentário

Entrevista

Publicado em 07/01/2017 17:51

 

 

Com apenas 15 anos, o jovem ator goiano Filipe Bragança foi o escolhido para interpretar o youtuber Christian Figueiredo no cinema. O longa "Eu Fico Loko" estreia em todo o país no dia 12 de janeiro e a sua pré-estreia foi realizada em Goiânia neste sábado (7), no Kinoplex do Goiânia Shopping. Filipe começou a trabalhar aos cinco anos de idade. Já fez espetáculos de teatro, trabalhou como locutor, cantou em coral e participou de muitos trabalhos de publicidade. Em 2013, foi o Duda, um dos protagonistas da novela “Chiquititas”, do SBT. Conversamos por Whatsapp com o Filipe sobre o seu primeiro filme e sobre a experiência de interpretar o Christian Figueiredo. Aperte o play e confira!


Confira na íntegra




Como foi a experiência de interpretar o Christian Figueiredo no cinema? Você acompanhava o trabalho dele?

Bom, então pra começar, interpretar o Christian foi incrível! Primeiro porque foi o meu primeiro filme e segundo que eu sempre tive o sonho de fazer um filme que fosse da Universal e que fosse sobre alguém que já existiu, que fosse uma filmografia. Tudo bem que o Christian ainda existe. Eu consegui as duas coisas. Consegui fazer o meu primeiro filme, sendo da Universal e sendo sobre alguém que já existe. E foi incrível, porque por mais que eu não acompanhasse o trabalho dele, eu sabia que ele existia. Eu já tinha visto a cara dele em alguns comerciais. Foi uma experiência incrível, porque eu tive que mudar muita coisa. Eu tive que emagrecer 5 quilos, tive que deixar o cabelo crescer. Desde abril do ano passado eu não corto o cabelo. Eu tive que fazer uma certa mudança de voz, porque a voz dele é mais aguda que a minha. Eu tive que fazer uma mudança corporal, porque eu tinha que andar com as costas curvadas, porque ele era assim quando tinha 15 anos. Então foi todo esse processo incrível, porque pra um ator isso é como se fosse um pacote completo, assim, sabe? Você interpreta alguém e você tem que fazer todas essas mudanças, sabe? Isso é muito divertido, então foi incrível. E ele também estava no set sempre, estava sempre presente. Dava pra perguntar as coisas pra ele. Dava pra tirar as dúvidas e tal.


Como foi a preparação? Você precisou emagrecer?

Como eu disse, eu precisei emagrecer, tive que deixar o cabelo crescer, tive que mudar a voz, foi um processo, um pacote completo, né? A preparação foi incrível. A gente teve uma preparação com todo o elenco, que foi com a Kika Freire. E eu tive a preparação vocal com a Babaya, que ajudou muito a gente, eu e o Christian, a gente a fazer um processo de deixar o mais idêntico possível a minha interpretação com ele. Essa preparação foi incrível. Eu me lembro muito de assistir os vídeos dele, passar madrugadas, horas assistindo os vídeos dele. Tentava imitar os vídeos dele, sabe? E eu assistia muito pra poder pegar as expressões que ele usava, a forma como ele mexia as mãos, como ele falava, principalmente, pra poder igualar a voz, o tom de voz, enfim, a preparação foi basicamente isso. Eu li também os livros dele, os dois livros, o Eu Fico Loko 1 e 2, nos quais o filme é baseado. Bom, basicamente esse foi o processo de preparação. Por mais que tenha sido bem rápido, eu consegui fazer tudo e consegui deixar o mais fiel ao Christian.


Você vai completar 16 anos agora no dia 18 de janeiro, é um jovem como o seu personagem no filme. Você se identificou com algum ponto da história dele?

Eu considero que o que eu mais me identifiquei com o Christian foi assim, com certeza eu tenho 15 anos, mas a primeira vez que eu fiz o teste, me falaram que eu era muito maduro pra interpretar o Christian, né? E eu realmente me considero bem mais maduro do que ele era com 15 anos. Mas mesmo assim o que eu mais me identifico com ele é que, o que eu acho que muita gente na verdade se identifica com ele é que ele tem o mundinho dele assim, sabe? Ele tem o mundinho dele e ele tem medo expor isso pras pessoas, ele tem uma certa insegurança em relação à isso. No Youtube, quando ele começou a fazer os vídeos foi quando ele encontrou um jeito de poder expor o mundo dele sem se cobrar tanto, sem se julgar, sabe? E eu me identifico com ele nesse aspecto, porque eu acho que todo mundo na verdade tem um mundinho que tem medo de expor, eu também tenho e encontrei na atuação, no teatro, uma forma de poder expor esse mundo que tem na minha cabeça sem me julgar, sem me preocupar com que os outros vão pensar.


Gostaria de convidar o leitor do site Arroz de Fyesta e o público de Goiânia para assistir o filme?

Bom, como todo mundo sabe, eu sou de Goiânia, na verdade, então eu quero muito que todo mundo do site Arroz de Fyesta e todo mundo de Goiânia, todos os goianos, eu quero que assistam o filme e eu quero que saibam que, eu sempre falo isso, mas é um filme em primeiro lugar. Muita gente vai associar com um filme de youtuber ou um filme do Christian Figueiredo, mas você conhecendo o Christian Figueiredo ou não, ele é um filme em primeiro lugar, que tem um trabalho de fotografia, de direção, de arte incrível e eu acho que vale muito a pena assistir. Então é isso. Estão todos convidados e eu espero todo mundo lá! Valeu!


PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.