site logo
 

PUBLICIDADE

img

Entrevista: Selton Mello0 comentário

Entrevista

Publicado em 18/02/2017 13:47

Selton Mello
 

Foto: Marcos Cardoso

 

Quem acompanha a carreira do Selton Mello desde a infância, sabe que ele é versátil, criativo e intenso. Além de atuar, o artista passou a dirigir filmes e séries, como "Sessão de Terapia", exibida no canal GNT. Selton esteve em Goiânia na última sexta-feira (17), para participar de um bate-papo na mostra O Amor, a Morte e as Paixões, no Lumière do Bougainville. Antes do encontro com o público, conversamos com ele sobre a carreira e sobre os seus novos projetos. Aperte e o play e confira!

 

Por Bruna Teixeira e Andréia Cardoso


Confira na íntegra




Você participou da abertura da 1ª edição da mostra O Amor, a Morte e as Paixões em 2001. Naquela época, você trouxe o filme Lavoura Arcaica. O que mudou em sua vida de lá pra cá?

Este período de 10 anos foi o período exatamente em que eu comecei a dirigir. Eu dirijo exatamente há uns 10 anos. Isso foi a grande mudança, na época eu não dirigia ainda, eu só atuava. Então foi a grande mudança de lá pra cá


Esta já é a 10ª edição da mostra. Como é voltar aqui depois de tantos anos?

Muito legal, é um prazer enorme depois de 10 anos estar aqui, ver que a mostra continua firme e forte, então é um prazer enorme estar aqui de volta.


Você já dirigiu três longas e as temporadas de Sessão de Terapia. Ser ator ajuda na direção? Você passou a ver o trabalho de ator de uma forma diferente depois que também passou a dirigir?

Sim, o fato de ser ator me ajuda muito no trato com os atores, porque são colegas e eu sei como isso é feito, eu sei como funciona tudo isso e isso é muito bom. Aí o meu trabalho com o meu elenco é muito gostoso. E eles também se sentem à vontade, porque ali está um diretor que sabe o que eles passam na carne, então isso é muito bom.


Você pode falar pra gente sobre os seus novos trabalhos, as séries "O Alienista" e "13 Dias Longe do Sol"?

Tem um filme pra lançar este ano, que se chama "O Filme da Minha Vida", que eu dirigi, que eu atuei ao lado de Vincent Cassel, do Johnny Massaro, da Bruna Linzmeyer, que eu devo voltar pra lançar mais adiante. A gente não tem uma data definida, mas vai ser este ano. Também fiz uma minissérie chamada "13 Dias Longe do Sol", que vai ser lançada acho que ou no final deste ano ou no início do ano que vem. É uma série com a Carolina Dieckmann e a Débora Bloch, dirigida pelo Luciano Moura. É uma minissérie da Globo, em 10 capítulos, bem eletrizante, uma história muito boa. E na paralela eu estou desenvolvendo pra Globo também uma adaptação de "O Alienista", que é um conto do Machado de Assis, que é um conto que eu adoro, há mais de 20 anos, e vai ser a minha primeira direção na Globo. Eu vou fazer o personagem principal também, que se chama Simão Bacamarte, que é uma história sobre loucura. É muito divertido, bonito e comovente também.


Gostaria de deixar um recado para os leitores do site Arroz de Fyesta?

O recado que eu deixo é paz, tudo de bom pra vocês, quero que a vida de vocês ande bem e muitas alegrias na vida pra todos da família.


PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

marcos@arrozdefyesta.net