site logo
 

PUBLICIDADE

img

Os riscos da disfunção erétil0 comentário

Colunas > Saúde

Tamanho da fonte A A

Publicado em 08/07/2013 17:00

 

As queixas de disfunção erétil, também conhecida como D.E, são muito comuns nos consultórios de endocrinologistas, urologistas, geriatras e até de ginecologistas. Suas causas são multifatoriais, algumas vezes complexas, outras vezes banais.
 
Por trás deste problema comum em todo o mundo, podem estar ocultas sérias patologias, inclusive com ameaça silenciosa à vida de seus acometidos. Dentre as causas mais comuns de D.E estão o diabetes mellitus, a hipertensão arterial, a anemia, a aterosclerose, a depressão endógena, as drogas lícitas e ilícitas, além de alguns medicamentos, entre outros.
 
Nunca devemos esquecer que assim como as mulheres mostram queda da libido e da função sexual global à época da menopausa (desde que não tratadas), os homens, com o passar do tempo e a partir dos 50 anos de idade, começam com uma queda lenta e progressiva do seu principal hormônio, a testosterona. Tal fato é hoje denominado DAEM (deficiência androgênica do envelhecimento masculino) e tem sérias consequências para a saúde masculina. A D.E é apenas a  "ponta do iceberg" de uma verdadeira catástrofe na qualidade de vida do homem hipogonádico (que tem DAEM). Então, resumindo, gostaria de deixar um recado: Se tens D.E, procure um médico especialista, pois poderás estar com uma simples "nóia" ou à beira de um infarto.
 
 

 

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.