site logo
 

PUBLICIDADE

img

Entrevista: Camila Gomides0 comentário

Entrevista

Publicado em 18/08/2014 22:38

-
 

-

Camila Gomides é a autora do blog Notas Promissórias (http://notaspromissorias.com). Designer de Moda, formada pela UFG- Universidade Federal de Goiás, ela também trabalha em um escritório de moda e tem uma pequena marca de acessórios de flores. Conversamos com a Camila sobre o trabalho no blog, sobre as suas referências na moda, sobre a moda em Goiás, sobre o desafio de ser blogueira no Estado, sobre o uso das redes sociais e sobre as dicas que costuma compartilhar com as suas leitoras.

Quando e como surgiu o Notas Promissórias? O Notas surgiu em 2010 com o intuito de ser um canal de divulgação do trabalho da turma de 2009 de Design de Moda da UFG. Aos poucos ficou apenas sob o meu comando e o da Anna, que agora mora na Argentina. Atualmente está só sob o meu comando.

Por que o nome? É o resultado de um trocadilho da turma.

Como funciona o trabalho do blog? O Notas é um blog focado na moda, mas com bastante matérias de artes visuais. Tento passar informações relevantes sem perder o aspecto pessoal, característico da plataforma.

Que tipo de postagem costuma ter mais repercussão no blog? As postagens que mais repercutem no blog são sobre maquiagem e tendências.

Quem são as suas referências? Jana Rosa, Constanza Pascolato, Thereza Chammas, Danuza Leão e Cara Delevingne

Como você vê a moda em Goiás? Existem muitas pessoas criativas e talentosas em Goiás. Designers que criam peças originais, belíssimas e de qualidade. Mas fico triste, pois o público que os conhece poderia ser muito maior. Tenho a impressão que nós goianos escolhemos uma peça muito mais pelo valor de marca do que pela história, acabamento e beleza que ela tem. Perdemos pessoas incríveis ao fechar a porta para essas marcas novas e extremamente criativas. Mas acredito que isso vai melhor. Atualmente as coisas estão bem melhores que há algum tempo atrás.

Quais são os principais desafios de uma blogueira em Goiás? Blogueira tem que se reinventar sempre para não ser mais do mesmo. Blogs de moda existem aos montes, blogs interessantes podemos contar nos dedos. Às vezes a criatividade não vem ou a rotina impede a atualização. São coisas que toda blogueira tem que lidar e vencer.

Como você lida com as redes sociais? Após me formar em moda acabei me especializando em marketing digital. Por isso e por outras coisas, meu relacionamento com as redes sociais é o melhor possível.

Que dica você mais costuma passar para as suas leitoras? Gosto de incentivar que sejam autênticas, que brinquem com a moda para descobrir o seu estilo próprio e para aprender o que funciona melhor para o seu biotipo. “Fashion victim” não é quem se veste "errado". Não acredito que exista uma forma errada de se vestir. O que existem são ocasiões e dentro delas vestimos a roupa que melhor cabe na situação e nos agrade. A “fashion victim” é aquela pessoa escrava da moda, que gasta muito dinheiro tentando seguir tendências. Já dizia Chanel: “A moda passa, o estilo fica”.

Fotos: Marcos Cardoso



PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]