site logo
 

Entrevista: Karen Vanessa0 comentário

Entrevista

Publicado em 16/09/2014 11:36

-
 

-

Karen Vanessa é a autora do blog Normalidade Incomum (http://normalidadeincomum.com.br), lançado em 2010. Mais do que um blog, hoje o espaço também é um Vlog, porque nele também estão links para o canal que ela criou em fevereiro deste ano no You Tube (https://www.youtube.com/user/normalidadeincomum), para compartilhar dicas e opiniões sobre temas variados. Karen é formada em Comunicação Social- Publicidade e Propaganda pela UFG- Universidade Federal de Goiás. Ela já fez vários cursos na área de conteúdo digital, inclusive fez Marketing em Mídias Sociais na ESPM- Escola Superior de Propaganda e Marketing, em São Paulo. Conversamos com Karen sobre o blog, redes sociais, leitores, dicas, Vlog e sobre o trabalho das blogueiras em Goiás. Confira!

Além do blog, você exerce outra atividade profissional? Como conciliar? Sim, sou Redatora em uma agência de propaganda digital. Como trabalho o dia todo, utilizo meu horário de almoço diário e os fins de semana para produzir vídeos e conteúdo para o blog.

Como surgiu o blog? Sempre gostei muito de internet e minhas fotos já eram conhecidas na época do Orkut. Em 2010, comecei a me interessar pela área digital academicamente, e estudando as mídias digitais, decidi criar um blog para compartilhar textos pessoais e experiências, como se fosse um diário eletrônico.

Como foi a escolha do nome? Apesar de ser uma garota normal, sempre tive uma personalidade forte, que me diferenciava de todas as outras. Então, criei um nome que mostrasse bem isso, um blog para garotas normais, mas diferentes. Normalidade Incomum.

Quem acompanha o seu blog encontra postagens sobre temas variados. Quais são as suas preferências? Eu gosto de tudo o que é fofo e delicado e dá pra sentir isso nos meus textos. Falo sobre moda, beleza, decoração, casamento, dicas para donas de casa, compras, livros e todos os temas interessantes do universo feminino. Eu falo das coisas que eu gosto e meus leitores se identificam comigo.

Quem clica em "loja virtual" em seu blog, cai no Facebook. É sua intenção abrir uma loja virtual? Na verdade, eu tinha uma loja de acessórios no Facebook, contratei um programador para criar uma plataforma, e ela já está até implementada. Quando estava trabalhando no meu TCC, não consegui ter tempo para conciliar a loja, o trabalho e a faculdade, então fiz uma pausa. Talvez eu volte a abrir a loja no futuro.

Por falar em rede social, como você usa o Facebook e Instagram? Uso para conversar com meus amigos e os leitores do blog. Mostro coisas do meu dia a dia, dou dicas sobre tudo, conto novidades e divulgo o conteúdo do blog.

Em julho deste ano você lançou uma pesquisa para identificar o seu público leitor. Como foi o resultado? Com base nos dados coletados, você precisou mudar algo no blog? Desde o início de julho o blog está passando por uma mudança. Consegui me organizar melhor e estou postando coisas novas todos os dias, investindo em divulgação e conteúdo de qualidade para ajudar no crescimento. A pesquisa foi utilizada para definir minhas estratégias, me ajudou a ver que tipo de assunto é mais interessante para o público e, também a criar o meu mídia kit.

Como é o contato com os leitores? Respondo todos os comentários do blog, do Facebook e do Instagram. Alguns leitores conversam comigo por e-mail e até pelo WhatsApp pedindo dicas e eu sempre respondo as dúvidas e dou conselhos com todo amor e dedicação. Às vezes algumas meninas me encontram na rua e em eventos e vem conversar comigo, dizer que acompanham o blog e gostam muito. Isso faz todo o meu trabalho valer a pena.

Você costuma dizer que não costuma comprar roupas caras. Que dica você daria para quem quer se vestir bem em Goiânia e gastar pouco? Desde novinha, aprendi que é possível andar bonita, elegante e bem arrumada sem precisar investir todo o seu salário nisso. Goiânia é um polo de atacado de moda, então é super fácil encontrar roupas legais e com preço baixo. Eu gosto de comprar nas lojas da região da 44, próximo à Rodoviária de Goiânia, na Estação Goiânia, e na Feira Hippie. Uma dica importante é sempre pesquisar em várias lojas antes de comprar, pois a mesma roupa pode estar 70% mais barata em outra loja, de acordo com a região.

Em fevereiro deste ano você criou o seu canal de vlog. Como tem sido a experiência? Sempre fui muito extrovertida e popular na época da escola, contudo, na faculdade, tive um problema e desenvolvi uma timidez absurda, que começou a me atrapalhar em todas as áreas da vida. Eu não conseguia mais conversar com ninguém olhando nos olhos e nunca dava a minha opinião em conversas em grupo, para não chamar a atenção pra mim. O blog foi me ajudando a diminuir um pouco isso, mas o problema ainda me acompanha hoje. Fazer vídeos foi uma forma de tentar reduzir esse problema e conseguir conversar naturalmente, sem ficar abaixando os olhos e falando baixo demais. Os primeiros vídeos estão horríveis, mas acho que vou melhorar com o tempo (ela ri). Eu escolho as pautas de acordo com os pedidos dos leitores, e também, de acordo com os assuntos do blog. Eu filmo pelo meu celular mesmo e edito, mas já estou planejando a compra de uma máquina fotográfica melhor para aumentar a qualidade. Eu acho mais difícil do que fazer posts, mas é por causa da timidez mesmo.

Como você vê o trabalho das blogueiras de moda de Goiás? Infelizmente, as marcas goianas ainda estão muito fechadas para o trabalho com blogueiras. Sempre sugiro nos planejamentos que faço na agência, por isso sei a dificuldade que é conseguir pessoas que apoiem nosso trabalho. Esse é o principal problema das blogueiras daqui, pois sem investimento, não conseguem trabalhar apenas com o blog, e ao trabalhar em outras áreas, não têm tanto tempo para produzir conteúdo de qualidade. Mesmo assim, muitas meninas passam por cima das barreiras, se dedicam bastante, e estão alcançando seu espaço na blogosfera nacional, o que me deixa orgulhosa e esperançosa.

Fotos: Marcos Cardoso



PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]