site logo
 

PUBLICIDADE Fechar[x]

img

PUBLICIDADE

img

Entrevista: Laila Garin fala sobre espetáculo Elis – A Musical0 comentário

Entrevista

Publicado em 25/01/2024 23:34

 

Foto: Caio Galucci/ Divulgação

O espetáculo "Elis, A Musical" será apresentado em Goiânia neste sábado e domingo (27 e 28/1), no Teatro Rio Vermelho. No sábado, as sessões serão às 16h e às 20h. No domingo, às 18h. Os ingressos podem ser comprados pelo site Ingresso Digital. Conversamos com a atriz e cantora Laila Garin sobre espetáculo. Aperte o play!


Confira na íntegra




Em 2013, você conquistou espaço relevante na dramaturgia quando interpretou Elis na primeira versão deste espetáculo. Você pode contar pra gente como é retomar a experiência cerca de 10 anos depois, na nova montagem? Quais foram os desafios?

Agora, 10 anos depois, acho que o maior desafio, eu tinha mais receio de ser um só uma sombra do foi há 10 anos atrás ou deu ficar só uma forma vazia, uma imitação de mim mesmo, sabe? Mas então, eu procurei entrar em contato de novo com entrevistas e músicas e interpretações de Elis que me tocavam bem fundo, assim na alma, para me relembrar o sentido mesmo de fazê-la. Que é esse furacão que ela é que é. Essa alma que ela coloca na interpretação. Foi olhar também com esse olhar novo, de 10 anos depois. Eu sou outra pessoa e a gente também. O País passou por muita coisa nesses 10 anos. O mundo, né? A gente teve uma pandemia, a gente teve uma ameaça à democracia. A gente teve tanta coisa. E aí? É tão relevante a obra de Elis, que ela conta a história do nosso País, né? Foi muito fácil me reapaixonar e ver a chama reacender, na verdade. E depois que chegou o público, isso foi confirmado. Eu não esperava uma repercussão tão linda assim. A intensidade da resposta do público é a mesma. É muito bonito de ver.


O que mudou na nova montagem do espetáculo?

Essa nova montagem é mais curta de duração. Todos os solos de Elis foram mantidos. A gente tem uma parte do elenco nova, né? Mantém-se Lennie Dale, que é Leandro Melo, mantém-se o Cláudio Lins, fazendo Cesar Camargo Mariano, mas a gente tem um novo Ronaldo Bôscoli, que quem faz o Flávio Tolezani, e a gente tem também um novo Miele e Tom Jobim, que quem faz é Santiago Villalba. É, temos um novo Jair Rodrigues, que o Fernando Rubro faz. Então, acho que. a maior novidade é esse elenco novo. E a gente também mudou o cenário. O figurino é o mesmo, mas o cenário é novo. E tem muita gente gostando até mais dessa versão agora. A nossa diretora musical agora é a Cláudia, Elizeu, que já era nossa maestrina, há 10 anos atrás, sobre os arranjos de Délia Fischer, ela fez outros arranjos. E é isso, mas a intensidade, a emoção é a mesma. Temos uma banda ao vivo de novo, no enceno. E é isso.


Tivemos a oportunidade de vê-la em Goiânia quando esteve em "Gota D´Água" e ficamos impressionados com a sua interpretação da Joana. Mulheres fortes são as suas personagens favoritas?

Pois é, eu tive essa essa sorte de vir para Goiânia com “Gota D’Água” e foi lindíssimo. Foi lindo, assim, teatro cheio, uma repercussão do público muito bonita. Joana é uma mulher, sou apaixonada por elas, assim como sou apaixonada por Elis. Sim, normalmente eu faço mulheres fortes. Mas eu tive a oportunidade, infelizmente não vi a vim a Goiânia com “A Hora da Estrela”, onde eu fiz Macabeia, né? Eu fiz a atriz que no livro é um autor e a personagem Macabéa, que tem uma força que é diferente da força bélica de Joana e de Elis, né? Dessa emoção à flor da pele. A força de Macabeia está na sensibilidade, no amor, então foi muito bom fazer também. Eu agora, eu antes eram as mulheres fortes as minhas favoritas. Agora eu acho que todo mundo tem de tudo, né? Então foi muito bonito também fazer Macabeia, encontrar a força dela. Fui surpreendente. A minha tendência são essas mulheres mais com a força que a gente vê mais na frente assim.


Além de viajar pelo País com a turnê de "Elis, A Musical", há novos projetos para 2024?

Agora em 2024 pretendo ainda circular com Elis bastante. Vou fazer um filme que ainda não posso dizer qual é. Tem, com certeza vão sair duas séries das quais eu participei, que a gente filmou o ano passado, que foi “Sutura”, que é da Amazon, e uma série de Maria bonita, de Sérgio Machado, que vai sair pela Star+, que eu acho que deve sair esse ano.


Gostaria de convidar os leitores do site Arroz de Fyesta para o espetáculo?

Gostaria, sim de convidar os leitores do site Arroz de Fyesta para assistir “Elis - A Musical”, em Goiânia. Venha se emocionar com essa história linda da maior cantora do Brasil. E venha saber um pouco da história da música brasileira e da história do Brasil. Venha dar muita risada, venha se arrepiar e venha se emocionar. E conhecer as pérolas da nossa cultura!


PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

[email protected]