site logo
 

PUBLICIDADE

img

Liberdade: palavra que representa a vida em outro país6 comentário

Colunas > Por Aí

Tamanho da fonte A A

Por Aí

Por Angra Gontijo

Inspira. Expira. Liberdade. Sorriso e Gargalhadas. Aspira interesse em tudo o que se move e a tudo o que é verdadeiro. Arte, fotografia e publicidade. Eu, você, nós, vós e todo mundo junto. Viagem, estilo e música. Da Pátria Amada para o mundo. Vivendo e aprendendo em Danbury- Connecticut -USA

Publicado em 12/11/2018 22:42

 

Liberdade... Se você leu o primeiro texto se recorda que liberdade é uma das palavras chaves deste momento que é viver em outro país. Muitas coisas interferem e definem esse processo e você só será capaz de achar a definição que mais se aplica a você quando fazer as malas e aterrissar no seu destino escolhido.

 

 

Como no Brasil tudo parece (é), muito restrito, caro, burocrático e penoso, chegar no US pode ser um choque de hábitos muito grande, não só ao ver os hábitos dos outros em gentilezas diárias mas, principalmente, ao se enxergar em situações inteiramente novas.  É comum percebermos aqui, a valorização de trabalhos pouco apreciados no Brasil, como por exemplo o trabalho de diarista, pintor, construtor, entre outros. Diferente do Brasil, esses serviços são extremamente apreciados, necessários e muito adquirido pela comunidade imigrante aqui como profissão.

 

 

Há um tempo essas eram as profissões mais aderidas pelos imigrantes, hoje, com a internet, com a mudança das razões quais as pessoas se mudam pra cá e  com o crescimento das comunidades brasileiras aqui fora, outras portas foram se abrindo e vários brasileiros se afirmaram como advogados, enfermeiros, contadores, fotógrafos e várias outras profissões.

 

“Ah, mas Angra, por quê você tá me contando isso?”  Porque a realidade de muito brasileiros que saem do Brasil pra morar no exterior é essa e parte do processo de ser livre está aí. E desde que cheguei aqui pude entender com mais clareza essa parte da história.

 

Há aqui a valorização do profissional e principalmente do seu tempo, seja qual for sua profissão, o fato de você trabalhar e dedicar seu tempo a algo construtivo é apreciado. E com essa valorização muitos foram capazes de se tornarem empreendedores de sucesso e passaram a viver realmente o sonho americano, a casa própria, a independência financeira, comprar o carro e o celular do ano ou até mesmo pequenas aquisições antes inacessíveis.

 

 

É algo maravilhoso e prazeroso perceber que quem você é, o que você faz é apreciado. Viver com a chance de realmente ser e ter o que te faz bem não tem preço, e apesar de não ser nada fácil, é enriquecimento diário, como pessoa e como profissional.

 

Tá parecendo que o assunto de hoje foi meio sério né?! A realidade é que o meu objetivo maior é trazer vocês o mais próximo da realidade que nós vivemos aqui. Como eu não sou uma aluna em intercâmbio e estou aqui sem prazo pra voltar, quero trazer vocês para o mundo real que é viver fora. Com todos os encantos e vivência diárias, sem fantasias e ilusões, apenas fatos e realizações.



Não desanima, tem muita coisa boa para a aparecer por aqui... vem comigo, que o caminho tá só começando.

 

angranov2_1

 


 

Veja também

PUBLICIDADE

img

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

Fernando

Esse texto é muito importante para quem quer sair do país e viver o sonho americano. Parabéns pelo texto! Acho que não era a ideia to texto mas eu gostaria de saber como os brasileiros podem se formar advogados, enfermeiros, fotografia e etc, o que eles precisam fazer para que isso aconteça. Estou acompanhando a sua página e se puder falar um pouco mais sobre esse assunto, ficaria agradecido.

Macedo

Parabéns! texto muito bacana! Penso em me mudar para os EUA, mas acredito que não conseguirei um bom emprego mesmo com as minha qualificações. A autora já viu casos de alguém que conseguiu emprego na mesma área de atuação ou terei que trabalhar em um outro emprego, como pintor, encanador (que eu não tenho talento algum...). Mesmo que seja valorizado qualquer profissão, às vezes você é melhor qualificado do que um americano, mas não terá chances de disputar o cargo com ele...

Philipe

Hey, tô acompanhando o seu texto e quero saber como faz para começar a trabalhar nos EUA. Por exemplo, posso chegar no walmart, comprar a escada, o pincel, o balde e me oferecer para pintar a casa do sujeito ou preciso ter uma licença, curso e etc?

Marluce Gontijo

Literalmente é verdade tudo que foi dito nesse artigo, parabéns Angra pela matéria, o tema que vc escolheu, merecia ser comentado por alguém como vc, que vive essa experiência ímpar, estou adorando suas afirmativas e me representa muito. Salvas com louvores!

Marta Alexandrina

Muito bom . A liberdade sempre precisa vir com a responsabilidade

Douglas Campos

Que orgulho dessa garota... ótimo texto senhorita Angra. Uma visão geral e realista muito bem colocada para os que sonham em morar nos EUA. Parabéns pelo texto.

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]