site logo
 

PUBLICIDADE

img

Leo Romano exibe seu universo pessoal na sala secreta da Casa Cor Goiás0 comentário

Vem Aí

Tamanho da fonte A A

Publicado em 12/06/2012 08:20


Para a Casa Cor Goiás 2012, o arquiteto Leo Romano, único profissional presente em todas as edições realizadas da mostra, elaborou a Sala Secreta, um ambiente inspirado no seu próprio universo. Conhecido por sua capacidade autoral, o profissional concebeu um projeto carregado de personalidade e ousadia, buscando elementos de seu cotidiano – garimpados ao longo de sua carreira – para tornar o ambiente irreproduzível, exibindo seu gosto pessoal e itens que caracterizam sua história. No total, mais de mil objetos de coleções foram inseridos do espaço de 80m², carregando-o de ousadia, funcionando como um esconderijo de variadas preciosidades, uma verdadeira Sala Secreta.
 
Estrategicamente situado na casa (ocupando um antigo sótão e locado isoladamente no último pavimento do edifício), o cenário é inspirador de tendências. Para tanto, o próprio mobiliário foi desenvolvido com essa finalidade, com destaque para as diversas cadeiras de renomados designers brasileiros – como Irmãos Campana, Sérgio Rodrigues, Lina Bo Bardi e Carlos Mota – que se transformam em base para a grande mesa de trabalho e também para o futon. Várias peças foram criadas exclusivamente para o espaço, em especial a marcenaria e o gigante tapete caracterizado por um emaranhado de linhas.
 
Nas paredes, estantes funcionam como guarda volumes, deixando à mostra variados objetos. Uma caixa vitrine, por sua vez, possui proposta conceitual, exibindo uma coleção de bichos decorativos. Já o solário serve como base de experimentações, apresentando um espelho d’água com variados objetos que inspira sensações distintas aos visitantes. O ambiente tem como piso peroba de demolição. Em parte das superfícies verticais, o mesmo material é personalizado com desenho sinuoso inspirado no sofá dos Irmãos Campana. Os revestimentos incluem matérias de diferentes origens compostos numa espécie de patchwork visual. A iluminação é cênica e valoriza os objetos das coleções. Além de spots, foram utilizadas diversas luminárias na estante. Sobre a mesa destacam-se os dois pendentes do designer neozelandês David Trubridge, que foram importados especialmente para a mostra.
 

PUBLICIDADE

img

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]