site logo
 

Orquestra Filarmônica de Goiás se apresenta nesta quinta-feira no Teatro Goiânia0 comentário

Vem Aí

Tamanho da fonte A A

Publicado em 18/06/2013 17:24


A Orquestra Filarmônica de Goiás se apresenta nesta quinta-feira, 20, às 20h30, no Teatro Goiânia, dentro da série “Concertos Teatro Goiânia”. O espetáculo terá regência do maestro Alessandro Borgomanero e participação do violinista convidado Daniel Guedes.  No programa constam obras de Beethoven, Abertura Egmont (9’), Bruch, Concerto para Violino nº 01 (26’), e Haydn, Sinfonia nº 104 em Ré Maior “Londres” (30’). A entrada é franca. 

Regente- Nascido em Roma, Alessandro Borgomanero formou-se com o título de Mestre em 1992, na Escola Superior de Música Mozarteum, de Salzburg, na classe do violinista Ruggiero Ricci. Continuou seus estudos com renomados violinistas, como Boris Belkin, Salvatore Accardo e Rodolfo Bonucci.
Apresentou-se como solista frente a várias orquestras, tais como: Orquestra de Câmara de Budapeste; Salzburg Chamber Soloists; Philadelphia Virtuosi Orchestra; London Mozart Players; Virtuosos de Salzburgo; Orquestra de Câmara de Berlim; Orquestra Sinfonietta Salzburg; Bachiana Filarmônica; Orquestra Sinfônica de Vaasa (Finlândia) e com a grande maioria das orquestras sinfônicas do Brasil.
 
Em 2002, realizou a primeira execução brasileira do Concerto nº 2 para violino de Schostakovich, em Curitiba. No ano de 2005, apresentou-se como solista com a Orquestra de Câmara do Kremlin, em Moscou (Rússia). Em 2009, fez a estreia mundial do concerto para violino e orquestra de Jaime Zenamon, com a Orquestra Sinfônica do Paraná. Em duo com violino e piano, e como integrante do Quarteto Mozarteum, obteve elogios do público e da crítica especializada em tournées por diferentes países como Áustria, Escócia, Inglaterra, Holanda, França, Portugal, Alemanha, Itália, Japão, Rússia, Austrália, Estados Unidos, Canadá, Peru, Argentina, Uruguai e Brasil.
 
Para a temporada de 2013 foi convidado para tocar como solista e regente com a Orquestra Sinfônica Nacional do Ecuador em Quito, com as orquestras de Guayaquil e Cuenca, sempre no Ecuador, com a Filarmônica de Florianópolis,  Sinfônica da Bahia,  Sinfônica do Teatro São Pedro, Sinfônica de Sorocaba, Sinfônica do Paraná,  Sinfônica do Teatro da Paz (Belém),  dentre outras.
 
Participou de concertos em diversos festivais de música, tais como: Festival de Verão de Salzburg, com a cantora Jessye Norman; Festival de Música de Edimburgo, nas Semanas Filarmônicas de Salzburg com integrantes das Orquestras Filarmônicas de Viena e de Berlim; Festival Mozart de Tóquio e no Festival de Inverno de Campos do Jordão. Ministrou  masterclasses para violino na Escola Superior de Música de Viana (Portugal) e em quase todos os festivais de música do Brasil.
 
Vive em Goiânia desde 1999, onde é professor de violino na Universidade Federal de Goiás. De 2003 a 2007, foi diretor artístico e regente titular da Orquestra de Câmara Goyazes, liderando-a em mais de 90 concertos por vários estados brasileiros. Como reconhecimento pelas suas realizações na área da música em Goiás, recebeu em 2006, o título de Comendador da Ordem do Mérito Anhanguera, outorgado pelo Governo do Estado. Desde 2012 é Diretor Artístico da Orquestra Filarmônica de Goiás.

Violinista convidado- Carioca, nascido em 1977, Daniel Guedes iniciou os seus estudos de violino aos sete anos com seu pai e logo ingressou no Conservatório Brasileiro de Música. Em 1991 ganhou bolsa de estudos da Capes para estudar em Londres, tendo sido aluno de Detlef Hahn na Guildhall School of Music. Posteriormente cursou bacharelado e mestrado na Manhattan School of Music de Nova York, na classe de Pinchas Zukerman e Patinka Kopec no Pinchas Zukerman Performance Program, com bolsas da Vitae e da Capes. Estudou música de câmera com Sylvia Rosenberg, Isidore Cohen e Arnold Steinhardt; e, recentemente, regência com Pinchas Zukerman e Mika Eichenholz. Foi vencedor dos concursos Jovens Concertistas Brasileiros (1991), Bergen Philharmonic Competition (1998) e Waldo Mayo Memorial Award (2000), prêmio este que lhe valeu um concerto no Carnegie Hall de Nova York, tocando o Concerto n°1 de Max Bruch.
Desde os 10 anos, Daniel Guedes vem atuando como recitalista e solista das principais orquestras brasileiras e também nos Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Noruega, Itália e América do Sul.
 
Considerado um dos mais importantes músicos brasileiros de sua geração, Daniel Guedes vem se destacando como violinista, violista, camerista, professor e regente.
Como regente, atuou frente a orquestras como a OSB Ópera e Repertório, OSUSP, Sinfônica de Campinas, Sinfônica da Bahia, Sinfônica da UFRJ, entre outras. Recentemente, foi regente da Academia Jovem Concertante, em turnê realizada pelo Brasil, com a pianista Simone Leitão.
 
Como camerista, integra o renomado Quarteto da Guanabara, grupo fundado por Mariuccia Iacovino e Arnaldo Estrêla, que tem mais de 40 anos de existência. O concerto de re-estreia do grupo, na Sala Cecília Meireles, foi escolhido pelo jornal "O Globo" como um dos dez melhores concertos de 2009.
 
Seu duo com o violonista Mario Ulloa vem percorrendo os principais festivais do Brasil e atuando em importantes teatros, trazendo um repertório inédito e inovador para esta formação.
Daniel gravou seu primeiro disco em 2000, pelo selo Niterói Discos e, em 2004, lançou o CD Impressões Brasileiras, tocando obras de Villa-Lobos, Lorenzo Fernandez, Flausino do Vale, Nelson Macêdo e Alceo Bocchino, com Flávio Augusto ao piano.
 
Em 2005 gravou o CD Ya Mariamu, com Fábio Presgrave e Rami Khalife, contendo obras de Astor Piazzolla. Lançou, em 2008, o disco Suíte das Origens, com obras de Nelson Macêdo. Gravou também, recentemente, o “Beethoven in Brazil” com Ilan Rechtman, para o selo Well-Tempered Productions da Califórnia. Gravou, ainda, o CD "Violão e Violino", com Mario Ulloa, tocando compositores populares brasileiros, pelo selo Rob Digital.
 
Compositores com Nelson Macêdo e Aluisio Didier escreveram obras dedicadas a Daniel. Participou das gravações dos DVDs Contraponto 1 e Contraponto 2, lançados pela Brasiliana Produções, com obras de compositores brasileiros contemporâneos.
 
Daniel é professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), além de lecionar em importantes festivais, como o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, o Festival de Música de Santa Catarina (FEMUSC), o Festival de Inverno de Domingos Martins, entre outros. O Jornal do Brasil o considerou como “um dos principais violinistas de sua geração”.

 

PUBLICIDADE

img

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]