site logo
 

PUBLICIDADE

img

Entrevista: Paulo Gustavo fala sobre Minha Mãe é uma Peça0 comentário

Entrevista

Publicado em 06/10/2017 02:36

 

Onze anos após a sua estreia, "Minha Mãe é uma Peça" ganhou uma nova versão e poderá ser vista em Goiânia neste sábado (7), no Teatro do Centro de Convenções da PUC, às 19h (esgotado) e sessão extra às 21h30. Clique aqui para saber os pontos de vendas e preços dos ingressos. A remontagem comemora a trajetória da Dona Hermínia, personagem que conquistou todo o país e que já levou mais de dois milhões de espectadores aos teatros e 15 milhões de espectadores aos cinemas de todo o Brasil, com os filmes Minha Mãe É Uma Peça 1 e 2. Conversamos por WhatsApp com o Paulo Gustavo sobre o espetáculo e sobre a carreira, incluindo o seu novo trabalho pra plataforma de internet do Multishow, chamado "A Ilha". Aperte o play!


Confira na íntegra




Você já esteve em Goiânia várias vezes com espetáculos como "Hiperativo", 220 Volts" e "Online". O que os fãs da Dona Hermínia do cinema e da tv podem esperar da nova versão do espetáculo?

Eu já tive várias vezes em Goiânia, não só ali, mas perto, em Anápolis, já fiz várias vezes também. Eu adoro estar sempre aí. Eu fui com "220 Volts", fui com "Online", "Hiperativo", já fui também com "Minha Mãe é Uma Peça" anos atrás. Eu adoro ir a Goiânia e o espetáculo "Minha Mãe é uma Peça", na verdade, a novidade é mais no cenário, no figurino e algumas modificações que tiveram no texto, mas o espetáculo é basicamente o mesmo. Eu quis voltar pro palco com um espetáculo que é mega importante pra mim, que mudou a minha vida, assim, pra sempre. Pra mim é um honra voltar com esse espetáculo. Ele tem uma importância muito grande, pra mim, na minha vida, pra minha carreira, pra tudo e é exatamente ele que eu queria mostra. Eu não queria modificar. Eu queria que as peças vissem essa peça que eu fiquei em cartaz por tantos anos e porque eu fiquei. Eu queria que elas assistissem, então eu não tive intenção nenhuma em mudar o roteiro, nada, eu quis fazer exatamente o espetáculo original. Claro que uma coisa ou outra, ela sofreu algumas alterações, mas nada que alguém vá assistir e fale que a peça é nova, que virou outra coisa. Eu estou ansiosíssimo para chegar em Goiânia e fazer de novo, porque você vê, eu botei em cartaz, o teatro tem sei lá, 3 mil lugares, e nós vamos fazer duas sessões, que dizer são quase 6 mil pessoas. Já está lotado há muito tempo. Eu estou ansioso pra fazer e sei que as pessoas estão ansiosas pra assistir e pra mim é uma honra voltar pra Goiânia e voltar com esse espetáculo que eu tenho tanto carinho.


Como a sua mãe, Déa Lúcia, lida com o fato de ser a inspiração para uma personagem tão querida pelo público?

A minha mãe ama ser a inspiração pra Dona Hermínia, né? Eu acho que a minha mãe, claro, é a minha maior fonte de inspiração, não só pra Dona Hermínia, mas pra milhões de outras coisas. Minha mãe é uma figura, é uma pessoa muito engraçada, divertida, espirituosa. Ela é irreverente, ela é muito divertida, então eu acabo me inspirando nela para outras coisas, não só pra Dona Hermínia, mas a Dona Hermínia também, as mães dos meus amigos, as mães em geral, o meu pai, a Dona Hermínia tem muita coisa do meu pai, mas a minha mãe realmente é a minha maior inspiração e ela ama fazer parte dessa construção dessa personagem, né, da Dona Hermínia. Ela se diverte com isso, ela ama, ama, fica mega orgulhosa por tudo, se sente mega homenageada.


Além do seriado "A Vila" e da turnê de "Minha Mãe é um Peça, tem mais algum novo projeto vindo aí?

Além do seriado "A Vila" e do "Minha Mãe é um Peça" eu vou fazer um seriado novo, no Multishow, pra plataforma da internet, que chama "A Ilha", que o texto não está pronto ainda. Existe uma sinopse e claro que, às vezes as coisas vão se adaptando e vão se modificando, né, mas até agora a história base é que são quatro amigos que ganham na loteria e abrem um resort numa ilha deserta e esse resort recebe pessoas, casais e eles realizam sonhos. É uma história de comédia, misturada com terror. As pessoas vão desaparecendo e a gente não sabe se é alguém que está sequestrando ou se é uma força sobrenatural. É suspense, terror, misturado com comédia. É uma coisa nova, que a gente vai experimentar no Multishow, e a direção é do Cesinha, César Rodrigues, a produção é da Floresta, a produtora é terceirizada, e vai passar na plataforma da Internet do Multishow. A gente está mega feliz e o elenco já tem a Katiuscia, a Monique Alfradique também está no elenco, tem pessoas que já estão sendo convidadas, mas vai uma turma muito legal.


Gostaria de convidar os leitores do site Arroz de Fyesta para a peça em Goiânia?

Eu queria convidar todo mundo, todos os leitores do site Arroz de "Festa" pra assistir a festa que eu vou aprontar naquele palco do Teatro do Centro de Convenções da PUC com o espetáculo "Minha Mãe é uma Peça". Estou esperando vocês lá! Beijo grande!


PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]