site logo
 

PUBLICIDADE

img

Entrevista: Oswaldo Montenegro fala sobre show em Goiânia0 comentário

Entrevista

Publicado em 02/05/2019 04:25

 

Foto: Lívio Campos

Oswaldo Montenegro e Renato Teixeira farão show em Goiânia neste sábado (4), às 21h30, no Centro Cultural Oscar Niemeyer. Ainda é possível comprar ingressos. Clique aqui para consultar os preços e os pontos de vendas. Durante o show, o público poderá assistir aos dois poetas cantando versos um do outro, em clássicos como "Bandolins", "Tocando em Frente" e "Romaria", entre outros. Conversamos por WhatsApp com o Oswaldo. Falamos sobre o show, sobre a escolha do repertório e sobre o trabalho de distribuição de conteúdo realizado pelo Oswaldo em seu canal no Youtube. Aperte o play e confira!


Confira na íntegra




Você e o Renato Teixeira são amigos há muito tempo. Em 2014, você lançou a música "Pro Renato Teixeira", em homenagem a ele. A turnê "A Emoção de Um Encontro" já era uma ideia antiga?

Sim! Quando a gente gravou o clipe da música "Pro Renato Teixeira", quer dizer, a gente gravou juntos e colocamos no meu canal no Youtube; aquilo para mim já era uma semente, que tinha que germinar e virar uma turnê. Agora, ainda bem, aconteceu.


Com repertório repleto de sucessos, como fizeram para escolher o repertório do show?

Olha, nós fomos escolhendo as músicas que um gostava mais do outro e que cabia mais na voz e na alma do outro. É um show em que os dois cantam músicas um do outro. Só num determinado momento eu canto duas músicas sozinho, que são as músicas "Metade" e "Sem Mandamentos", e o Renato canta "No Rastro da Lua Cheia" e mais uma música sozinho, com o Nathan no violão. O resto a gente canta tudo junto e mostrando uma integração, buscando uma integração. Eu acho que uma turnê de dois artistas tem que ser a destruição do ego, tem que ser a homenagem de um para o outro. E a gente colocou uma música extra, que foi a música "Sina Fechado", do Paulinho da Viola, que abre o show como se fosse a gente se encontrando e se reencontrando no meio da fumaça, no meio do trânsito. Ela abre o show por causa disso.


Mesmo com a correria das viagens e as agendas paralelas de vocês, como tem sido a oportunidade de convivência durante a turnê? Já saíram novas composições nos camarins?

Sim, já surgiu uma música nova, mas foi uma música nova do Renato. Ele fez uma música chamada "Montenegro". Porque eu tinha feito uma música para o Renato Teixeira, em homenagem a ele, e ele retribuiu. Então nós dois, que sempre somos poetas, viramos "musos" e ele canta essa música no show exatamente antes da música que fiz para ele. Ele canta "Montenegro" e eu canto "Pro Renato Teixeira".


Você lançou em abril o seu quarto filme, "A Chave do Vale Encantado". Já premiado, exibido em festivais e elogiado por críticos, o longa segue o exemplo do seu filme anterior, que aposta na distribuição gratuita do conteúdo no Youtube. O que você teria a dizer sobre esse formato de distribuição?

Hoje em dia existem várias vias pelas quais pode escoar um produto audiovisual. Eu apenas escolhi uma, porque no meu caso colocar no meu canal no Youtube me faz dialogar de forma direta com o público que já segue o que a gente faz, já gosta do que a gente faz, opina sobre o que a gente faz. Eu coloque não só "A Chave do Vale Encantado", esse filme mais recente, como os outros filmes, "Léo e Bia", "O Perfume da Memória", "Solidões". Coloquei DVDs, como por exemplo "3x4", séries, entrevistas, clipes. A gente quer que o nosso canal no Youtube seja uma espécie de TV mais interativa, em que a gente possa dialogar com nosso público e saber que estamos fazendo um produto, vamos chamar assim, que já tem um endereço certo. Já tem um endereço afetivo certo.


O show em Goiânia será no dia 4 de maio. Gostaria de deixar um recado ou convite para os leitores do site Arroz de Fyesta?

Sim, eu quero convidar todo mundo aí que lê o site Arroz de Fyesta para que esteja lá em Goiânia. Vai ser realmente o que o título propõe, "A Emoção de um Encontro". Não só um encontro que tenho com o meu grande amigo, grande poeta Renato Teixeira, mas um encontro de nós dois com a plateia goiana, que é uma plateia que sempre se mostrou muito sensível e muito afeita à coisa musical e poética, que é a proposta do show A Emoção de um Encontro". Valeu, um beijão, até lá!


PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]