site logo
 

PUBLICIDADE

img

Boa saúde bucal também é uma aliada dos diabéticos0 comentário

Colunas > Saúde

Tamanho da fonte A A

Saúde

Por Patrícia Moraes Quinan

Profissional da saúde com formação em Marketing e Administração, Cirurgiã-Dentista, CRO GO 5054, Pós-Graduada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), especializada em Gestão e Mercado de Luxo pela MCF Consultoria e especializada em Estratégias de Atuação no Mercado de Luxo pela TDL Agency. Sócia-fundadora e Chief Experience Officer do Grupo The1.

Publicado em 21/05/2019 13:09

 

Entre 2006 e 2016, o número de brasileiros com diabetes aumentou 61,8%. Isso significa que a doença que atingia 5,5% da população agora atinge 8,9% das pessoas. Entre as mulheres, o índice é de 9,9% e, entre os homens, de 7,8%. Os dados são da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde.
 
 
O fato sugere que há uma prevalência aumentada de doença periodontal nos portadores de diabetes, somando as doenças gengivais a uma lista de outras complicações associadas com diabetes, tais como doenças cardíacas, acidentes vasculares encefálicos isquêmicos (derrame cerebral) e doenças renais.
 
 
Os estudos sugerem que a relação entre doenças gengivais e diabetes é uma via de mão dupla.
 
 
Não somente as pessoas com diabetes são suscetíveis às doenças gengivais, mas essa pode ter o potencial de afetar o controle glicêmico no sangue e contribuir para a progressão do diabetes,complicando assim o quadro clínico dos pacientes.
 
 
O risco de aumento da incidência de problemas bucais, tais como gengivite (um estágio inicial de doença gengival) e periodontite (estágio mais avançado com comprometimento ósseo) ocorrem de maneira frequente e pacientes com diabetes têm um risco aumentado de perdas ósseas avançadas, já que diabéticos são geralmente mais suscetíveis às infecções bacterianas e têm uma diminuição na capacidade de combater as bactérias que invadem o periodonto.
 
 
 
O Surgeon General´s Report on Oral Health afirma que uma boa saúde bucal é parte integrante da saúde geral. Por isso, é de fundamental importância que as pessoas tenham o hábito de escovar os dentes, usar fio dental e enxaguatório bucal e consultar o dentista regularmente para a realização de exames preventivos. Se os níveis de glicose no sangue não forem bem controlados, o diabético tem maior chance de desenvolver doença periodontal avançada e de perder dentes quando comparado a pessoas que não têm diabetes.
 
 
Lembrando que todos episódios infecciosos são fatores de risco para elevar o açúcar do sangue,  tornando o controle do diabetes mais crítico.
 
 
Outros problemas bucais relacionados com diabetes são: candidíase (sapinho- uma infecção causada por um fungo que cresce na boca), boca seca que pode causar aftas, úlceras, infecções e cáries.
 
 
Para evitar problemas dentários associados ao diabetes, o mais importante é controlar o nível de glicose no sangue.Seu endocrinologista é quem fará o estudo de cada caso clínico especifico e protocolo de tratamento.
 
 
 
Para controlar as infecções por fungo, controle bem seu diabetes, procure não fumar e, se usar dentadura, remova-a e limpe-a diariamente.
 
 
 
O controle adequado da glicose do sangue também ajuda a evitar ou aliviar a boca seca causada pelo diabetes.
 
 
 
Lembre-se que é de suma importância falar para o seu dentista sobre seu quadro clínico de diabetes para que ocorra o manejo adequado durante o atendimento e para que sejam prescritas terapias eficazes, diminuindo assim, possíveis riscos de complicações trans e pós-operatórias.
 
 
 
Faça seu check up médico e odontológico preventivo!

 

PUBLICIDADE

img

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]